Agenda 21 Niterói

Fórum Local da Agenda 21 de Niterói

A Agenda 21 Local é um processo de elaboração de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento sustentável construído a partir de um levantamento dos problemas, preocupações e potencialidades de cada território, seguido da elaboração de um plano local, de forma consensual e com ampla participação de todos os setores da sociedade.

Agenda 21 São Gonçalo

Fórum Local da Agenda 21 de São Gonçalo

Seguindo as premissas da Agenda 21 brasileira, esse documento contou com o fomento da Petrobras. É fruto do esforço de diversos atores econômicos e da participação democrática e representativa da sociedade, que culminou na construção do Plano Local de Desenvolvimento Sustentável de São Gonçalo.

Agenda 21 Itaboraí

Fórum Local da Agenda 21 de Itaboraí

 

Esta Agenda registra o trabalho árduo de vários munícipes e colaboradores que se reuniram para discutir o desenvolvimento sustentável de Itaboraí. O processo mobilizou diversos setores da sociedade, orientando-se à identificação das potencialidades e demandas locais e a busca por soluções sustentáveis.

Plano Popular da Vila Autódromo

AMPVA — Associação de Moradores e Pescadores da Vila Autódromo Moradores e comunidades da Vila Autódromo

Para elaborar e levar adiante este plano popular, os moradores da Vila Autódromo assumiram o desafio de elaborar e concretizar um novo tipo de planejamento. Os moradores elegeram suas prioridades em termos de moradia, saneamento e meio ambiente, transporte público, educação, serviços de saúde e cultura.

Benefícios econômicos do saneamento na Baía de Guanabara

Instituto Trata Brasil

A pesquisa aborda os benefícios econômicos da expansão do saneamento básico às pessoas que vivem nos municípios do entorno da Baía de Guanabara, destacando aspectos positivos relacionados à educação, turismo, valorização imobiliária e produtividade (trabalho e renda) e, principalmente, saúde.

Rio de Janeiro: transformações na ordem urbana

Observatório das Metrópoles

Análise sobre as mudanças urbanas ocorridas na metrópole fluminense, entre 1980 e 2010, a partir de temas como estrutura produtiva, transição demográfica, organização social do território, mobilidade urbana, moradia, saneamento básico e governança urbana. A coletânea de 20 capítulos reúne textos assinados por 24 pesquisadores.

Metas de Sustentabilidade para os Municípios Brasileiros

Programa Cidades Sustentáveis

A publicação apresenta exemplos de boas práticas que podem servir como referências para a gestão das administrações municipais. O documento dá ênfase à importância do planejamento técnico aliado a processos participativos em que o conhecimento acumulado sobre gestão é posto à prova diante das prioridades apontadas pela população.