Seguindo as premissas da Agenda 21 brasileira, esse documento contou com o fomento da Petrobras. É fruto do esforço de diversos atores econômicos e da participação democrática e representativa da sociedade, que culminou na construção do Plano Local de Desenvolvimento Sustentável de São Gonçalo.