O esforço de elaboração da Agenda Rio 2017 foi coordenado pela Casa Fluminense, espaço permanente para a construção coletiva de políticas e ações públicas para o Rio de Janeiro. A Casa acredita que a realização de um Rio mais justo, democrático e sustentável passa pela afirmação de uma agenda pública aberta à participação de todos os fluminenses e destinada universalmente a todo o seu território e população. Por isso sua missão é mobilizar e articular esforços de pessoas e organizações da sociedade civil do Rio para o monitoramento, proposição e defesa de políticas que alcancem por inteiro a “cidade metropolitana” comum.

A formulação da Agenda Rio começou em 2013, como chamado à reflexão sobre como deveria ser o Rio de ‘depois de 16’, pós ciclo de grandes eventos. Desde lá, mais de 30 entrevistas com atores de referência na metrópole foram feitas, sete fóruns para debate de políticas em 5 municípios diferentes foram realizados, e a compilação de materiais de parceiros com propostas cresce a cada dia. A Agenda Rio 2017 é fruto do acúmulo dessa rede e volta seu olhar para além das áreas centrais da capital em busca de uma cidade universalmente mais justa, democrática e sustentável.