A Agenda Rio 2017 reúne visão e propostas de políticas para qualificar o debate público sobre os caminhos do Rio após o ciclo dos grandes eventos, com foco em redução de desigualdades, aprofundamento democrático e desenvolvimento sustentável. Ela apoia-se em dois princípios fundamentais. Primeiro, o de que o Rio precisa se pensar em sua universalidade, abraçando não apenas eixo central da capital, mas o conjunto completo do seu território: 21 municípios que compõem na prática uma só cidade metropolitana. O segundo, que realizar seu potencial plenamente exige incorporar por inteiro o sentido de desenvolvimento sustentável – inclusivo, justo e democrático – destinado com equidade a toda a população.

Elaborada a partir de entrevistas com interlocutores de referência, fóruns espalhados para o debate de políticas e compilação de documentos de organizações da sociedade civil fluminense, a Agenda Rio 2017 reflete a visão de atores historicamente comprometidos com a causa pública na cidade. Construída pela primeira vez em 2014, como colaboração para o debate das eleições estaduais, ela atualiza-se agora reunindo mais uma vez a soma da escuta de vozes diversas de toda a metrópole frente aos desafios abertos no ciclo pós-Jogos que se inicia.